Profissões Criativas 8 cidades@bemparana.com.br Curitiba, quarta-feira, 10 de julho de 2019 #Design de moda e luz O curso de iluminação de ambien- tes, Light Design de Decoração, forma o profissional de iluminação voltado pa- ra imóveis comerciais e residências, no- vos e antigos, e é segmentado. Segundo o coordenador do Núcleo Decor no Cen- tro Europeu, Felipe Bender, é mais co- mum a procura pelo curso por pessoas que estão atrás de uma extensão.“A gen- te trabalha comum software de ilumina- ção que é mais utilizado no mundo, que é o Dialux. Esse é um curso que conside- ro mais uma especialização, que é mais voltado para designers ou arquitetos for- mados. Na turma atual tenho uma lojis- ta que trabalha com iluminação.Quando é uma situação assim a gente encaixa o trabalho em grupo para que a pessoa fi- que confortável em aprender conceitos que pode não dominar. Na primeira tur- ma, tivemos 80% de arquitetos”, conta. A turma deste ano é a primeira do Cen- tro Europeu. Segundo o coordenador, há um nicho inexplorado neste merca- do. “São projetos de lojas, restaurantes e residenciais e não é tão cênica, ligada a shows e eventos. Tem um espaço bem amplo na área e poucos profissionais no mercado”, diz. O curso de Design de Moda é a porta de entrada de uma carreira para o profissio- nal responsável pela criação de peças de vestuário, acessórios e calçados. O profis- sional da área deve dominar as referên- cias históricas, conhecer diferentes esti- los e estar sempre por dentro das tendên- cias. De acordo com a Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), que oferece o curso em Curitiba, faz parte da grade o estudo do comportamento do consumidor, modela- gembásica e teoria do Design. Essas disci- plinas que ajudam a responder a pergunta “o que é Design de Moda”, além de ensi- nar sobre empreendedorismo, ergonomia e processos têxteis mais adiante. “A grade curricular da faculdade de De- sign de Moda em Curitiba inclui projetos interdisciplinares sobre vestuário, aces- sórios, figurino, jóias e design. Você tam- bém pode cursar uma disciplina optati- va de acordo com seus interesses”, diz a descrição do curso. Entre os pré-requisi- tos para o profissional, que também é tra- balhado no curso, está o domínio do dese- nho técnico para colocar ideias no papel com precisão; estar por dentro das ten- dências, antecipando aquilo que seu pú- blico quer em seguida; e ter consciência comercial para entender como orçamen- to, marketing e vendas se aplicam ao seu negócio ou impactam o consumidor fi- nal”, diz. O Designer de Moda encontra amplas oportunidades no setor têxtil e/ou de con- fecção, incluindo lojas de departamento e marcas independentes. No que diz res- peito à atuação profissional, o egresso da faculdade de Design de Moda em Curiti- ba pode trabalhar com: consultoria de es- tilo; assistente editorial para publicações especializadas; gestão da cadeia produti- va, seja na manufatura ou no varejo (cria- ção de uma coleção, produção e venda). O salário médio para o estilista de moda é de R$ 2.465, sendo a região Sudeste e Sul as que melhor remuneram seus profissio- nais. Além de saber tudo sobre Design de Moda, é fundamental participar de even- tos da área para ampliar a rede de conta- tos, entender as necessidades do mercado da moda e aprimorar a sensibilidade pa- ra os negócios. GUIA Onde: Tuiuti Inscrições: vestibular agendado Duração: 4 anos Quanto: mensalidade de R$ 704,90 Designer de moda é levar criatividade do papel para as passarelas e tendências Desfile de moda: designer encontra amplas oportunidades no setor têxtil e/ou de confecção Iluminar corretamente os ambientes é requisito de novos projetos e tendências GUIA Onde: Centro Europeu Inscrições: a próxima turma abre em setembro. Duração: três meses Quanto: 6x R$ 570,00 Iluminação: projetos de lojas, restaurantes e residências são nicho não explorado

RkJQdWJsaXNoZXIy NDU2OA==